TOPO
Chef de casa: Chocolate chips cookies orgânicos e gluten free
Vamos falar de maquiagem: Kit básico
Batom vermelho x olheira
Minha Eurotrip: Paris
capa-done

Qual seu estilo?

Vamos bater um papo?

Acredito que como uma influenciadora digital meu dever não é apenas jogar tendências ditadas pela moda aqui no blog para que vocês sintam necessidade de ter porque é tendência, mas também ajudá-los a identificar se aquilo está de acordo com o seu estilo para que possa fazer uma compra consciente.

Então acho que para começarmos esse papo, devemos entender primeiro a diferença entre moda e estilo.

Moda é a apresentação daquilo que vai estar em alta na passarela para aquela estação, é passageiro, mutável e massivo. Em contrapartida estilo vem de dentro para fora, é a combinação de personalidade com visual, não existem estações e sim autenticidade.

desfila-x-rua

Pensando dessa forma devemos avaliar se aquilo que está sendo apresentado como tendência agrega ao nosso estilo. Se nos sentimos um patinho fora d’água usando aquela peça, porque compra-la?
Somos trabalhados massivamente para adquirirmos o que está na moda, no matter what.

propaganda

As propagandas das marcas fazem um trabalho massivo para que exercitemos apenas o consumismo e não a consciência daquilo em nossas vidas, mas ultimamente a coisa tá mudando, grandes nomes na moda estão conseguindo, mesmo que em passos de tartaruga, mostrar que precisamos entender o nosso eu, nosso estilo, para que possamos ter um guarda-roupa que nos deixem felizes porque nos representam, e com isso diminuir aquela quantidade de peças que ficam perdidas no limbo dos nossos armários, nunca usadas e compradas apenas para seguir uma tendência que nos foi estipulada.

closet-2

Ok Carol, você está nos dizendo isso tudo, mas como podemos identificar nosso estilo respeitando nossos gostos?

Existem alguns passos que podemos seguir para encontrar esse caminho:

estilos

– Se olhe, se conheça, perca a vergonha de você mesmo. Olhe para trás, sua história, coisas que você sempre gostou, momentos que marcaram sua vida, procure referências, que mesmo de forma desorganizada possam indicar seu estilo pessoal.

– Busque referências de pessoas famosas, pessoas que você admire em sua vida, reconheça personalidades com as quais você se identifica. Faça pesquisas na internet de fotos de cortes de cabelo, roupas, acessórios, lugares que ame, épocas que você se identifica, enfim, faça um apanhado de conteúdo de referências. Dica: O Pinterest é um ótimo arquivo online para isso.

casa-2

londres-2

– Tire várias fotos de si mesmo. Se familiarize com seu corpo, seus atributos, explore poses, sem medo do ridículo. O importante é se conhecer e aceitar.

se-olhando-no-espelho-2

– Valorize o que você mais gosta em si mesmo. Isso será prazeroso e desafiador.

efdbca6238fffcd68b5aad61dc8f6953

– Junte tudo que fez até agora, as fotos que tirou, as personalidades que se identificou, os looks que acreditou remeterem a sua essência, e analise com carinho. Veja se aquilo tudo realmente tem a ver com você, tenha em mente os seus gostos e preferências e faça uma avaliação final.

organizar

– Nesse ponto, você vai olhar para sua prioridades de vida, sua rotina, seus sonhos, como é e se sente no mundo, de que jeito lhe agrada viver. Isso é se auto-revelar, sendo fiel as interpretações, com identidade e personalidade, alinhado ao seu cotidiano. Analise suas prioridades de vida, tais como: impacto, conforto, atenção masculina (ou feminina), adequação. Dessa forma, podemos traduzir esses elementos ao nosso vestir, achando assim o nosso estilo.

Isso é um trabalho constante e desafiador.

Os passos apresentados aqui nesse post é uma forma bem sucinta de como um consultor de imagem/estilo trabalha. Se você se sente completamente perdido na identificação de sua essência, o ideal é procurar a ajuda desse profissional. Ele lhe ajudará,  seguindo um passo-a-passo de maneira simples e organizada, a ver de forma completa e profunda quem você é e como manter isso para vida toda.

Tenho certeza de que depois que fizerem esse exercício da mente terão mais consciência de vocês mesmas, e do que é necessário para manter sua essência. =)

Créditos de imagens:
La coquette miserable
Fashion Coolture

Gostou desse post? Então veja também:

Read more Moda Categoria:
paris-capa

Minha Eurotrip: Paris

Follow my blog with Bloglovin

Falar de Paris para mim é um misto de emoções, e que em sua maioria não são das mais positivas.

A cidade luz é realmente tão linda quanto as fotos e vídeos nos mostram, mas o povo parisiense não é dos mais amigáveis. E vejam que eu frisei os parisienses, porque os franceses em geral são bem diferentes do que eles. Apesar da cidade ser a que mais recebe turistas anualmente, o povo de Paris não curte muito a idéia, e dica máxima: odeiam que falem em inglês com eles, mesmo sendo a cidade mais turística do mundo! Por isso a primeira coisa que digo é: ao se aproximar de alguém pergunte em francês (aqueles livrinhos de frases ajudam) se eles falam inglês e esperem a educação do que irão receber… rs.
Desculpem aos amantes da cidade e tudo nela engloba, e até aos parisienses que não são assim, mas essa foi a minha experiência de duas visitas, que até foi aliviada na segunda vez, mas não passando despercebido da falta de educação em nível máximo.

Bom, dito isto vamos ao turismo.

Na minha opinião, para conhecer basicamente Paris você tem que ter no mínimo 3 dias, isso porque o terceiro dia vira o bônus desse post: Versalhes.

Antes de qualquer coisa, se você pretende entrar na maior parte dos pontos turísticos, indico veementemente que verifique o Museum Pass. Principalmente nesse momento de crise mundial, economizar alguns euros para umas comprinhas ou restaurantes com comidas que só os franceses sabem oferecer, vai fazer toda a diferença.

Como visitei Paris duas vezes, nesse post vou indicar aquilo que acredito ser o essencial a ser conhecido, diferente dos últimos posts que dou meu dia-a-dia na cidade.

Acho que o primeiro e mais importante é a Torre Eiffel, inclusive ir à noite, porque fica até mais bonita toda acesa. Eu tenho a pendência máxima desse mundo: Não subi na torre se mata então né filha! rs, mas eu realmente não acho isso tão emblemático, e como subi em outros pontos turísticos super altos de Paris, achei que poderia passar batido, mas se você tem esse sonho de conhecer Paris e a Torre, eu super indico, inclusive se quiser juntar uma graninha para comer no restaurante que fica nela que custa um fígado, dizem as más línguas que seus pratos são deliciosos e a visão só melhora o apetite.

torre-1

Endereço: Champ de Mars, 5 Avenue Anatole France, 75007 Paris

torre-2

Depois de conhecer a Torre, acredito que irá perder algumas horinhas porque a bicha é bem bonita, e depois de uma boa refeição (as barraquinhas que as cercam oferecem ótimas opções!), corra para uma das avenidas mais movimentadas e high street fashion style que existe: a Champs-Élysées. Onde ficam as lojas das melhores marcas, melhores restaurantes e melhor reunião de fashion street style que eu já vi… E ainda tente se controlar no consumo, rs.

champs-1

champs-2

No ínicio da Champs-Élysées fica o Arco do Triunfo, obra arquitetônica encomendada por Napoleão para vangloriar mais uma de suas vitórias. Só vale a pena subir, se você tiver o Musem Pass porque o valor do passe é alto, e a visão do Arco tem em muitos outros pontos que com certeza você irá entrar.

arco-1

Endereço: Place Charles de Gaulle, 75008 Paris

arco-2

Já na outra extremidade da Champs-Élysées fica a Praça da Concórdia/Place de la Concorde, a segunda maior praça da França e palco de grandes acontecimentos na história do país. Vale a visita e de quebra ainda conhece o Obelisco de Luxor, que tem mais de 3.000 anos e marcava a entrada do Templo de Luxor no Egito, até que o vice-rei Mehmet Ali o ofereceu ao povo francês em 1829, juntamente com um outro que não sobreviveu a viagem.

concorde-1-2

Endereço: 75008 Paris, França

concorde-2

obelisco-1

Termine o dia em algum dos vários pubs que ficam nas ruelas em volta do Rio Sena, Qualquer um vale, são muito bons e rendem ótimas histórias para a posteridade.

Segundo dia de Paris comece conhecendo o Museu dos Inválidos / Musée  de l’armé, enorme monumento parisiense que foi construído para dar abrigo aos inválidos e onde reside a tumba de Napoleão, uma das tumbas mais faraônicas que tive o prazer de conhecer, você consegue ver todo o poder e força que ele como imperador, mesmo após sua morte, queria demonstrar que teve.

invalides-1

Endereço: 129 Rue de Grenelle, 75007 Paris

invalide-2-2

Depois de ficar meio perdido com tanta riqueza, amenize um pouco os olhos com outro tipo de riqueza e vá conhecer a Basílica de Sacre Cour.
Um dos lugares mais visitados da França, a balísica é linda e cheia de história, possui um campanário em uma de suas torres, um sino de três metros de diâmetro e mais de 26 toneladas, e uma arquitetura perfeita. Dica extra: tome cuidado com os rapazes que ficam nas escadarias oferecendo fititnhas, tipos as do Bonfim aqui em Salvador, uma vez que eles pegam seu braço não soltam mais, chega até a machucar como pude ver e ouvir, e ainda por cima tem alguns que ficam atentos aos mais absortos para assaltos, e a própria fita em si já é um assalto de tão cara.

sacre-coeur-1

Endereço: 35 Rue du Chevalier de la Barre, 75018 Paris

sacre-coeur-2

Saindo de Montmartre, damos um pulo de metrô na Ile de La Citê para um dos achados da segunda viagem e que vale cada segundo da visita: a Sainte-Chapelle! Por favor, não deixe de conhecer!!! Vale cada centavo do ingresso! E todos os pontos de exclamação! Fica anexa ao Palácio da Justiça e é uma das maiores obras-prima góticas da França. Foi construída com o intuito de guardar relíquias santas, uma delas a coroa da crucificação de Cristo, reza a lenda! Seus vitrais com histórias bíblicas, considerados uns dos mais antigos da França são um deleite para se perder algum tempo, ricos em detalhes e cores.

sainte-chapelle-1

Endereço: 8 Boulevard du Palais, 75001 Paris

sainte-chapelle-2

sainte-chapelle-3

Terminamos o dia com a tão famosa e linda quanto dizem, Catedral de Notre Dame. Também em estilo gótico, é dedicada a Maria, mãe de Jesus Cristo, e possui uma riqueza de história e detalhes de impressionar ao mais cético de todos. Se depois de fazer o tour interno, que não costuma demorar tanto, e o dia ainda estiver claro, vale tentar subir a parte externa da Catedral para tirar belas fotos da cidade e conhecer alguns outros detalhes da arquitetura que não cansa de nos impressionar com cada detalhe visto.

notre-dame-1

Endereço: 6 Parvis Notre-Dame – Pl. Jean-Paul II, 75004 Paris

notre-dame-2-2

notre-dame-3-2

No último desses três dias, acorde bem cedo e vá para Versalhes. Perca horas e horas pelo Chateau de Versailles seus jardins e bosques. Símbolo da monarquia francesa, foi a residência dos reis Luís XIV, Luís XV e Luís XVI. Estende-se por mais de 67.000 metros quadrados e inclui mais de 700 peças de arte e muita, muita história. A minha dica aqui é: Explore! Sem medo de ser feliz e sem se importar com o tempo. Seus cômodos mudam a disposição de visita de tempos em tempos, então o que eu vi na primeira visita foi diferente da segunda e com certeza será diferente para você, e todas as vezes que eu for à Paris, de uma coisa eu tenho certeza: Versalhes sempre estará na minha lista de prioridade. É lindo, é emocionante e é essencial. Não tenho mais o que falar, só deixar vocês sentirem com as fotos abaixo, rs.

versailles-1-2

Endereço: Place d’Armes, 78000 Versailles

versailles-2-2

versailles-3-2

versailles-4-1

versailles-5-2

E por último, mas não menos importante: o Louvre. Eu o deixei para o dia pós Versailles por causa de uma dica muito importante que vou dar agora: Às quartas e sextas-feiras o museu fica aberto até às 22hs (verifique no site maiores informações sobre o horário que pode mudar) e por isso, chegando à Paris umas 17hs você pode fazer metade de um dia no museu, que também não precisa de luz do dia e que é basicamente o ideal para quem tem um foco do que quer conhecer.
Todos sabemos que o Louvre é o maior museu da atualidade, e por isso se torna impossível conhecer por inteiro um lugar que possui mais de 8 mil anos de cultura em seu acervo, e uma estrutura de cinco andares que pode se tornar um labirinto se você não souber focar. Por isso faça uma pesquisa dos pontos mais importantes do museu, e foque neles. O Louvre é uma visita constante às nossas voltas à Paris, por isso não se sinta mal se não conseguir se aprofundar na primeira vez.

louvre-1-2

Endereço: 75001 Paris, França

louvre-2-2

louvre-3-2

louvre-4-2

Paris sempre será Paris, e isso realmente não tem como discordar. A beleza da cidade é sem tamanho, e sim, temos que visitar, pelo menos uma vez, mas de verdade, na minha opinião, a França tem muito mais que isso, em beleza e cultura não fabricadas, então se tiver oportunidade vá para o sul e faça um passeio pelas vinícolas e estradas cheias de boa comida e vinho e histórias para contar.

Nos vemos em Annecy!

Gostou desse post? Então veja também:

 

Read more Viagem Categoria:
capa-36

Batom vermelho x olheira

Não é a toa que eu amo esse mundo das maquiagens! São tantas formas, tantas opções de produtos para cada tipo de pele, tantas cores e tanta vida que fica impossível não se encantar e falar de forma entusiasta disso tudo, e claro, trazer dicas que ouvimos e vemos por aí… rs.

Recentemente, depois da febre dos corretivos coloridos, alguém nesse mundinho (muito astuto, por sinal), resolveu testar o batom vermelho como camuflador de olheiras.
Pesquisei bastante, até testei em casa, e não é que a coisa funciona?

Não é fácil de passar, mas quando você pega o jeito fica tão perfeito, e em alguns casos até mais, que muito corretivo mágico por aí.

Mas aí vocês me perguntam: Porque funciona? E eu explico:
Quem trabalha como maquiador, cabeleireiro, estilista, consultor de imagem, artista plástico e afins, é conhecedor do famoso círculo cromático, que nada mais é que um círculo que retrata as cores visíveis aos olhos humanos, utilizado para fazermos combinações harmônicas.
No mundo da maquiagem se o usarmos da forma correta, podemos destacar, neutralizar e corrigir alguns detalhes.
Quando usamos o batom vermelho para corrigir olheiras, chegamos a um tom salmão que universalmente, na teoria, poderia cobrir qualquer tipo de olheira.

Busquei no Youtube alguns vídeos de canais conhecidos, maquiadoras e pessoas experientes, dando dicas dos tipos de batons que devemos usar e também a forma correta de passar. Vamos à ação?

O que acharam? Acham que valem testar ou é loucura demais para nossa pele?

Eu particularmente achei muito interessante, principalmente para quando estamos com grana curta.

Testem e mandem suas fotos para nossa página no Facebook. Farei um post depois só com nossos testes! =)

Gostou desse post? Então veja também:

 

Read more Beleza Categoria:
Spring (1)

Cintura alta: a trend que voltou para ficar

Gosto quando alguns estilos clássicos voltam e permanecem na moda.
Há uns quatro anos atrás, mais ou menos, a cintura alta voltou com tudo e não poderiam escolher melhor tendência que para mim deveria reinar indefinidamente.

A cintura alta é a trend mais eclética que já existiu, na minha opinião. Existem milhões de combinações de peças e qualquer um pode usar, porque define o corpo de forma que até os mais inseguros conseguem dominar, se sentindo confiantes. Se olharmos com carinho, dá para perceber que é algo tão certeiro, que nem precisou ser muito repaginado.

E para provar que ainda temos muito tempo pela frente, resolvi pegar algumas combinações de looks para nos inspirarmos e investirmos de maneira certeira nessa tendência coringa.

Calça

Acho que a forma mais clássica da cintura alta é a calça. Não só pelas calças de alfaiataria, como pelas calças jeans de “mamãe” (que voltou com tudo agora, pauta para outro post, rs) e a grande tendência dos anos 80 juntamente com os croppeds, que também voltaram recentemente. Acrescentamos a isso as calças em pano fino, e temos uma repaginação completa.

Calça

Short

O short é a parte que voltou com mais inovações. Se tivemos repaginações na tendência, a maior parte foi feita aqui. Inicialmente voltamos com os shorts jeans, estilo despojado, cool. Logo depois entraram os shorts de alfaiataria, sociais e de algodão, para quem gosta de manter um estilo simples e elegante.

Short

Saia

A saia é a que eu considero a mais importante porque eu amo, haha!. Tenho um vício absurdo em saias, principalmente as no estilo lápis. Hoje elas não só são usadas para um look social elegante, como também entraram no armário street style e nos looks românticos. E ainda temos as saias rodadas e longas, que fecham nossas inspirações com louvor.

Saia (2)

Vocês também curtem uma cinturinha alta?
Qual outra trend vocês acham que voltou para ficar?

 

Créditos de imagens:
Steal The Look
Glam4you
Carol Burgo
Blog Todo Estilo

 

Gostou desse post? Então veja também:

Read more Moda Categoria:
Capa

Vamos falar de maquiagem: Kit básico

O mundo da maquiagem, apesar de ter uma quantidade de tempo admirável, têm se estabelecido de maneira pesada recentemente. Até pouco tempo era uma “tendência” que atingia muito mais o mundo da moda, das fashionistas, e atualmente não tem uma mulher que não tenha pelo menos um rímel dentro de sua bolsa para dar um up na cara lavada.

Com isso a procura por um pouco de conhecimento cresceu de maneira exponencial, cursos de auto maquiagens, vídeos de youtube, blogs de maquiagem  e afins. Daí só podemos concluir que o desespero para saber o que se deve  ou não deve ter para fazer a make perfeita, também.

como-fazer-uma-maquiagem-natural-1

Não é fácil dizer o que cada pessoa deve ter, até porque peles são diferentes, e mesmo que se tenha uma visão geral de cada tipo, ainda assim somente os erros e acertos nos fazem identificar o ideal para cada perfil.

Resolvi fazer essa lista, depois de separar nos meus produtos o que no meu entendimento seria básico, e fazer uma pesquisa minuciosa do que os melhores maquiadores da atualidade entendiam como tal, e eis que surgi com esse kit:

Make 1

É um item tem-que-ter na bolsa de qualquer pessoa. Usando ou não maquiagem, nossa pele necessita de hidratação, mesmo que seja oleosa (eu!), pelos danos constantes que a expomos no dia-a-dia.

Make 2

Mais um que devemos ter por obrigatoriedade. O protetor solar também nos ajuda a cultivar a pele mais saudável, mesmo nos dias nublados, a exposição ao tempo já tem um efeito devastador ao longo da vida cutânea eita filosofei, rs.

Make 3

O primer se torna essencial porque qualquer base, BB cream, CC cream e afins, que você use depois do hidratante, principalmente se você morar no Brasil, ajuda e muito a segurar a make por uma boa quantidade de horas, e sabendo identificar o ideal para sua pele, essas horas podem até se estenderem mais.

Make 4

Quando falo base já estou englobando aqui todos os produtos que tragam algum efeito de cor. Podem ser os BB creams, CC creams, e até os protetores solares com cor, se você for daquelas pessoas práticas, que adora um dois-em-um já ganha tempo e economiza uma graninha, rs.

Make 5

Esse item ajuda a segurar o que a base em alguns momentos não consegue. Mesmo que você não o use com freqüência, sempre vale ter um na bolsa para dar aquela ajeitada complementar na make no fim do dia e curtir um happy hour sem precisar refazer toda maquiagem.

Make 6

Blush é vida, quase que no sentido literal, rs. Não tem coisa melhor e mais rápida para tirar aquele ar de morta viva que amanhecemos de vez em quando, rs. Se você não tem um, não tem um kit básico.

Make 7

Você pode até não usar todos os dias, mas com certeza faz toda a diferença quando você quer complementar aquela aparência saudável que uma make natural tem que ter. Fora que uma paleta dessas tem uma formação de cores que se completam tão bem, que é quase impossível de errar ao misturar os tons, e dá para brincar bastante nas sobreposições, só tome cuidado: vicia, rs.

Make 8

Ah, o rímel! Eu posso sair de casa pelada, mas sem rímel nunca! É impossível encontrar uma mulher que não goste e tenha pelo menos um favorito.

Make 9

O delineador pode ser de qualquer tipo: caneta, gel, lápis kajal… não importa muito, desde que você esteja adaptada com o que te for melhor. Fazendo um delineado simples, na correria, um batom e um rímel pronto! Perfeição, acreditem!

Make 10

Tem que ser aquele que é A cor para você. Aquele que se encaixa em todas as situações e que você usa sem pensar porque sabe que vai ficar perfeito. Vale aqui um gloss labial também.

Na minha opinião, se você tem esses itens em casa não precisa de mais nada! 

Claro que com o tempo vamos acrescentando um itenzinho aqui, outro itenzinho ali e aí nossa penteadeira começa a ficar sem espaço, você começa a entrar em desespero porque está comprando mais e fica se perguntando porque caiu na tentação de novo… mas enfim, isso já é assunto para outro post! Rs.

E vocês? Concordam com essa lista ou mudariam/acrescentariam alguma coisa?

Gostou desse post? Então veja também:

 

Read more Maquiagem Categoria:
Menu