TOPO

Minha Eurotrip: Bruges

Follow my blog with Bloglovin

Continuando nossa saga de posts sobre a Euro trip que fiz esse ano, chegamos em Bruges!

Bruges é uma cidade pequena da Bélgica, com cerca de 117 mil habitantes, e com construções medievais espalhadas pelos quatro cantos da cidade, quatro cantos esses que podem ser conhecidos completamente a pé ou a barco, pois não é a toa que a cidade é conhecida como a “Veneza do norte”, já que possui canais que a cortam por inteiro.

Tenho que ser sincera e dizer que quando meu noivo chegou com essa cidade para colocar no nosso roteiro eu torci bastante o nariz, achava que seria simples demais e um pit stop desnecessário, já que iríamos pra Bruxelas depois de Amsterdã, que não fica longe, e eu preferia ter mais dias lá do que fazer essa parada. Só que já estamos carecas de saber que essa blogueira que vos fala sempre morde a língua não é mesmo? E fico feliz de sempre ser convencida nesse caso ser obrigada, rs, porque esse foi um dos pit stops que mais amei na viagem INTEIRA!

Chegamos ainda na parte da manhã na cidade, deixamos nossas coisas no hotel e saímos a desbrava-la. Só tínhamos aquele dia para aproveitar já que no posterior partiríamos para Bruxelas.
Dessa vez fizemos diferente, tínhamos um certo cronograma a seguir, de coisas para conhecer, porém optamos por sair andando toda a cidade, parando nos pontos turísticos que despontavam a nossa frente. Foi esquisito no início, mas fácil de se acostumar, afinal não tem como você não encontra-los, a cidade é realmente muito pequena e nosso tempo corrido não nos deixava espaço para desfrutar de horas em cada lugar, apenas uma rápida apreciação, fotos e keep moving!

O ponto principal da cidade, onde você sempre chegará, não importa onde vá, é a Grote Market, a praça principal, onde você também encontrará o Belfort, famoso campanário da cidade, que se quiser dar uma subidinha de 366 degraus ufa! poderá tirar lindas fotos de cima. Nós não fomos por causa do tempo que tínhamos, mas li muita gente falando que vale a pena.

Bruges 1

Saímos dali e fomos meio sem rumo, seguindo algumas indicações do Here (aquele app que falei no post anterior) e tiramos algumas fotos pelos canais da cidade e ruelas.

Bruges 2

Nesse tour desorganizado, passamos pelas Beguinarias Flamengas, local formado de pequenas casas onde as beatas  viúvas da igreja católica se isolavam do mundo, que por serem viúvas  não podiam entrar no convento então vivendo nesse local em total devoção.

Bruges 3

No fim do dia, já batendo aquela fome básica, e aquela vontade absurda de experimentar as cervejas belgas locais, resolvemos conhecer um dos pubs que colocamos em nossa lista, o Le Trappiste, e posso dizer que foi a melhor coisa que fizemos!
Foi o melhor pub de TODA A VIAGEM, sério gente! Fica no subterrâneo, a atmosfera é super agradável, a decoração perfeita e as cervejas… SENSACIONAIS!! Não é a toa que esse foi o dia que ficamos mais, digamos, altinhos… rs.
Se alguém aqui está planejando fazer uma visita à Bruges, por favor, não deixem de ir nesse pub, vocês não vão se arrepender! E depois me contem tudo rs.

Bruges 5

Se você for à Amsterdã ou Bruxelas, dê uma esticada à Bruges, um lugar tão agradável e tão acolhedor, você poderá se divertir e ao mesmo descansar em meio a lindas paisagens e construções.

Vou deixa-los aqui com dois vídeos dos snaps que fiz na viagem (e que se você ainda não segue, corre porque sou legal, eu juro! rs @carolinedaudt) e mais algumas fotos.

Bruges 4

 

Nos vemos de novo em Bruxelas! =)

 

Gostou desse post? Então veja também:

0

Comments

comments

About Caroline Daudt

See all the posts by Caroline Daudt at this link.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com