TOPO
Qual seu estilo?
Vamos falar de maquiagem: Kit básico
Tatuagens delicadas: Inspire-se

Trend de sempre: Saia lápis

Quem me conhece sabe: passei 90% da minha vida corporativa enfiada em uma saia lápis, rs. Sempre foi minha peça favorita, sendo para estar impecável, como para dar um up na estima.
Sou apaixonada por essa peça simplesmente pelo fato dela ser coringa e ao mesmo tempo tão feminina e empoderante.
Resolvi fazer esse post pela minha paixão para mostrar que ela também pode fazer parte da sua vida, em qualquer ocasião e se não acreditam em mim, dêem uma olhada nessas imagens que falam por si só.

Primeiro vamos da forma clássica, social: Impecável e transformando um look simpático em poderoso no escritório.

Social 1

Social 2

Pode ser também aquele tchã, carro chave, para um happy hour ou balada com os amigos, fica muito lindo!

Balada 1

Balada 2

Passear ao ar livre, shopping, cinema, ou qualquer outro motivo que te faça sair de casa, também tem espaço pra saia lápis, a diferença nesses casos, serão os acessórios e tipo de malha que irá escolher.

Street 1

Street 2

Vocês conseguem perceber que a saia é uma peça it, necessária no guarda-roupa de qualquer mulher? Pode ter tantas padronizações, malhas e tons diferentes, que só de ver essas fotos já tenho vontade de ter uma para cada dia da semana.

Diversos

Só sei que sempre que optei pela saia lápis, foi certeiro! Até quando achava que um look não tinha jeito, ela vinha para me fazer ver tudo na mais perfeita harmonia. Até me desfazer de alguma que já estivesse andando sozinha eu tinha dificuldade, de tanto amor que tenho, rs.
Independente do seu estilo, tenho certeza que alguma dessas inspirações vai se encaixar no perfil, não vou aceitar se me disser que não!

 

Créditos das imagens:
Carol Burgo
De repente Tamy
Lolobu
Moda it
Blog da Thassia
Just Lia

Gostou desse post? Então veja também:

Read more Moda Categoria:

Penteados para cabelos cacheados – inspirações

Nesses próximos dois fins de semana sou madrinha em dois casamentos. Vestidos em cores diferentes, maquiagens em tons diferentes e penteados para um cabelo cacheado que não é coisa fácil de fazer, pelo menos não pra mim, rs.
Dinheiro não tá sobrando e a economia e o país tá em crise, e também não gosto muito de ir à salões (as últimas experiências foram horrorosas) então tive que partir para alternativas baratas e de boa qualidade para tudo, dos vestidos aos penteados (se quiserem faço um post da minha saga dos vestidos, avisem!), o que tornou a tarefa árdua, mas muito prazerosa.
Fiquei dias e noites pesquisando na internet penteados bonitos e práticos para que eu e minha falta de habilidade pudéssemos fazer. Posso dizer que sou ok para makes, mas quando se trata de cabelo dificilmente fujo do meu básico (solto pro lado ou coque podrinho com a frente solta) porque me falta muita coordenação para tal.
Nessa minha peregrinação virtual encontrei várias inspirações lindas, e que me ajudaram a pensar na ideia de ousar um pouco mais nesses próximos eventos. #torçampormim

Penteados soltos

Curto muito as opções de lado, gosto dos cachos modelados e soltos, mas com um pouco de simetria e organização. Cabelo cacheado já é um penteado lindo por si só.

Penteados semi-soltos

Esses são lindos, mas acho um dos tipos mais difíceis! Rs. Não sei porque tenho dificuldade de conseguir prender uma parte e deixar outra solta, de maneira impecável e sem amassar todos os cachos ou dar aquele frizz que nós cacheadas tanto amamos #sqn.

Penteados presos
Penteados presos (1)
Vou usar um preso e um semi-preso nos eventos, mas o preso me encanta mais, deixo uma parte do cabelo (que trato super bem na noite anterior para ficar super definido) solto na frente e um coque podrinho de lado, amo!

Mas as opções são infinitas!

Penteados diversos

São lindas inspirações para tentarmos bolar coisas loucas que fiquem tão lindas quanto o que nos inspirou. O importante é tentar e se divertir!

 

 

Créditos das imagens:
Cantinho da Nanda
Jujuba Doce
Getty Images

 

2
Read more Beleza Categoria:

Papo do dia: Golden Globe looks

Ontem a noite a porta das premiações 2016 se abriram com o Golden Globe. Estávamos todos ansiosos, afinal de contas todas as celebridades que vão, principalmente as que estão entre os indicados, recebem várias opções de estilistas famosos para brilharem no tapete vermelho.
Infelizmente alguns consultores de imagem parece que não entendem muito bem o perfil do seu cliente, ou então se perdem no meio de tantas opções e acabam deixando muitos artistas em “maus lençóis” piadinha do dia.
Resolvi colocar nesse post as imagens mais chocantes ou acalentadoras daquelas que venceram as estatuetas para vermos se seus looks foram dignos do ganho delas.

No quesito televisão:

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE – SÉRIE DE TV/MINISSÉRIE/TELEFILME: Maura Tierney – The Affair

Acho que de todas, ela foi a que mais sofreu com a opção escolhida. O vestido é simples, mas nem seria o problema se não fosse o resto da combinação. A make e cabelo estão completamente desleixados e olhando o look por inteiro parece até que ela não queria estar ali e aí resolveu pegar qualquer coisa que estava na frente e foi. O batom e a pele pálidos, e um mísero delineado deixaram ela com cara de quem acabou de levantar. Até os acessórios dão sono. Tentou ser minimalista, mas errou feio.

MELHOR ATRIZ – MINISSÉRIE/TELEFILME: Lady Gaga – American Horror Story: Ho
tel

Gosto do estilo ousado da Lady Gaga, adorei ela em AHS, mas não gosto dela viver querendo copiar Marylin Monroe. Uma coisa é se inspirar, outra é clonar. Ela tem um estilo próprio, que quando bem assessorado, flui perfeitamente para qualquer premiação. Falando do look, estava lindo, cabelo e make perfeitos e o vestido fechando de maneira fluida, mas deixou muito a desejar, porque não era ela.

MELHOR ATRIZ – COMÉDIA/MUSICAL: Rachel Bloom – Crazy Ex-Girlfriend

Não conheço a atriz, mas achei que ela tem futuro. Adorei o tom de verde do vestido e a clutch com o verde degradê, pra não errar no meio de uma cor forte, uma make básica, mas muito bem feita, e o cabelo solto, mas com umas ondas meio praianas, dando leveza ao look. Falta alguma coisa aí, mas no básico, se seguir assim, vai chegar a perfeição.

MELHOR ATRIZ – DRAMA: Taraji P. Henson – Empire

Conheço essa atriz de algum lugar, só não me recordo qual.
Não costumo gostar de vestidos brancos no tapete vermelho, fica estranho a sensação de noiva chegando para sua noite, mas esse, no contexto que estava, curti. Um estilo minimalista que poderia ser estragado se não fossem as estrelas do look, os acessórios. Amei a clutch e o brinco de pedras verdes me matem, não sei quais são, a make com um ar presunçoso (acho que até demais, porque a mulher só sabia fazer carões duvidosos, esse da foto foi o melhor que consegui), um tom de cinza amarronzado, e a boca um nude lustre.

No quesito cinema:

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE: Kate Winslet – Steve Jobs

Todo mundo lá, com seus consultores fajutos, e do nada me aparece ela, nossa eterna Rose e sempre certeira nos looks. O vestido azul impecável, com um acetinado do lado para dar um plus, a make perfeita com um leve esfumado e a boca nude rosada e os acessórios em tom de prata, para fechar com perfeição. Inclusive serei madrinha de um casamento nesse fim de semana, de vestido azul, então já tô salvando essas fotos para inspirar meu look, porque até o penteado tô querendo fazer igual.
Apesar dela não sair de sua zona de conforto, sempre acerta. Em time que está ganhando não se mexe.

MELHOR ATRIZ – COMÉDIA/MUSICAL: Jennifer Lawrence – Joy: O nome do sucesso

Tenho que dizer que fico sempre ansiosa pelos looks da J.Law por causa da parceria dela com a Dior. Eles sempre lançam coisas maravilhosas o ano todo, e que ficamos an expectativa de vê-la usando, mas aí não sei porque cargas d’água ela sempre protagoniza os tapetes mais bizarros do cinema. Acho uma maldade o que fazem com ela.
Esse tapete não foi dos melhores, mas em comparação ao do ano passado (lembram do lençol branco com fitas pretas?) podemos dizer que tem um indício de reconciliação se aproximando.Achei simpático o vestido vermelho com recortes estratégicos e o cordãozão arrebatador. Só que aí, para estragar a graça toda vão lá e a fazem parece uns trinta anos mais velha, com aquele penteado. Maaass esperançosos como somos, talvez possamos ver uma melhoria dessa melhoria no Oscar #oremos.

MELHOR ATRIZ – DRAMA: Brie Larson – O quarto de Jack

E por último, essa nova atriz/atriz nova, rs, hollywoodiana, que acabou de fazer o filme Room, baseado no livro de Emma Donoghue que já chegou entrando na fila do Oscar. Mas voltando ao look da atriz, nota-se bastante potencial, um dos vestidos favoritos da minha lista da noite, um dourado meio blazê de paetê, totalmente divo, make com um leve esfumado marrom e acessórios delicados. O look só não foi a minha escolha da noite porque faltou um belo penteado. Esse estilo solto, meio desforme, não combinou com todo o glamour do look. Fora esses pequenos detalhes técnicos, tá de parabéns, como disso antes, tem potencial e espero vê-la brilhando no Oscar.

Todo ano digo e me decepciono, mas espero morder a língua nesse: espero ver mais glamour no tapete do Oscar.

Pra finalizar de forma cômica, vamos com esse meme que persistirá ao longo de 2016 e que exemplifica meus pensamentos sobre os looks desse Golden Globe:

 

Créditos das imagens.


Gostou desse post? Então veja também:

3
Read more Beleza Categoria:

My guilty pleasure: Zombie Movies

Quem me conhece sabe: Sou viciada em filmes de terror, mas especificamente os sobrenaturais e de zumbis. Tem até um quê de loucura mentira migaaa!, porque na ânsia de assistir um filme bom, que tem demorado séculos para acontecer, assisto vários péssimos, e carrego o noivo comigo nessa aventura, rs, mas mesmo assim me divirto porque afinal de contas as melhores coisas que têm são: o susto – aquela hora que você sabe o que vai acontecer, mas mesmo assim grita igual uma menininha e depois fica horas com medo de andar pela sua casa no escuro sozinha, rs; e o filminho mental – que passa na cabeça quando pensamos em apocalipse zumbi acontecendo no mundo real e como sobreviveríamos a isso, tenho até o meu spot aqui no Rj pra fugir e que acho que daria super certo, mas é meu então é segredo porque não quero super lotação sou dessas.
E nesse meu romance com filmes zumbis eles estão em primeiro lugar dos meus generos favoritos, esse medinho de que essa é uma ficção que pode muito bem virar realidade me deixa meio emocionada #aloka.
Resolvi fazer esse post por puro saudosismo, tem séculos que não lançam um filme bom. Até tá pra sair (ou saiu?) um tal de Orgulho e Preconceito zumbi, mas não tô levando muita fé…
Tenho uma lista gigante de filmes zumbirísticos inventar palavra pode Arnaldo? que eu adoro, mas resolvi falar um pouco mais sobre cinco deles, sem ordem de preferência, mas porque acho que é um bom começo para aspirantes ao mundo zumbi.

Sem mais delongas, aqui estão:

Shaun of the Dead/Todo mundo quase morto (2004):

Comecei com esse porque acho que ele consegue conquistar até aqueles mais enjoadinhos com sangue, morte, susto e etc, simplesmente porque é uma das melhores comédias que já vi. “Ah, mas comédia de zumbi é tosco né Carol?”, uns diriam, mas Shaun of the Dead segue uma pegada cômica-meio-levada-a-sério muito criativa, e acaba que até quem não gosta acaba se amarrando e dando boas gargalhadas. O que acaba sendo o melhor, é que nessa de ser engraçado, acaba mostrando umas reações bem realistas, afinal de contas quem acreditaria em gente morta andando por aí?

REC (2007):

Depois de fazê-los se interessar pelos nossos amiguinhos e trapalhados zumbis do filme acima entro na sessão macabra de um dos que estão na miha top list, REC.
É um filme espanhol, que tem até a versão americana, mas opte pelo original que dá um banho na cópia, e deixa os pêlos dos meus braços em pé do inicio ao fim, me dando vários sustos, que eu adoro! É a combinação perfeita dos dois gêneros. Não tem como assistir e não ficar bolado toda vez que entrar em um prédio desses antigos que têm até demais aqui no Rio… Inclusive tenho uma vizinha que nunca sai de casa e nem ouvimos barulho vindo do apartamento dela, rola um certo desespero e medo dela estar infectada lá dentro…Não direi muito mais sobre minha teoria para não dar spoilers do filme, mas se ainda não assistiu esse, pare tudo que está fazendo e assista AGORA!

28 weeks later/Extermínio 2 (2007):

Nessa linda obra de arte falow sommelier de filmes, podemos ver minha paixão e amor eterno da minha vida desculpa Lindu: zumbis e Inglaterra! Fico meio perdida sem saber o que falar dele, porque acontece no meu país de coração tunt tunt por UK, tem várias cenas bizarras que nem os filminhos mais toscos da minha cabeça conseguem me ajudar a fugir das coisas que acontecem… uma das cenas mais tensas é a do metrô! Fora que os zumbis aqui tomam Toddynho… rs.

Dawn of the dead/ Madrugada do Mortos (2004):

Esse daqui dá uma ideia mais próxima da minha realidade (tô fazendo lista de filmes ou dando dicas de como sovreviver ao apocalipse zumbi?) porque se passa quase por inteiro em um shopping. É maneiro, é um clássico do Romero refilmado, e a história começa de uma forma bem tensa dãaa. Se me lembro bem acho que foi um dos que me fizeram virar realmente fã do gênero e não poderia faltar nessa lista.

Dod Sno/Zumbis na neve (2009):

E por último, mas não menos importante Dod Sno, um filme norueguês sobre zumbis nazistas congelados na neve! Tem uma pegada cômica e sinceramente se sua curiosidade não se aguçou só com essa frase não sei mais o que poderia…

Esses são os que eu acho que valem a pena serem vistos para qualquer iniciante, e tenho certeza que depois de assisti-los você vai voltar aqui e me agradecer, ou no mínimo me xingar bastante… rs.

E vocês? Já assistiram a algum desses filmes? Tem algum genero que ama tanto quanto essa minha loucura? Conte aqui nos comentários!

1
Read more Nerdices Categoria:

Trend Verão: Macaquinho

Se tem uma peça de roupa que me encantou nesse verão essa peça foi o macaquinho e principalmente morando no Rio de Janeiro. O calor por aqui tem estado tão insuportável que as vezes penso umas vinte vezes antes de sair do agradável refresco do ar condicionado, então imagina escolher uma roupa que me faça sentir confortável nesse inferninho? Difícil…
E foi aí que comecei a investir nos macaquinhos, e também percebi no street style carioca, que se tornou uma peça chave e desejo desse alto verão. Com apenas uma peça podemos fazer milhões de combinações e ainda nos sentirmos confortáveis e bem vestidas, ajudando até a economizar alguns trocados para comprar outras coisas, claro. E é tão versátil que você não precisa seguir um estilo para usá-lo, em qualquer um que escolher, existirá um macaquinho aguardando por você. Quer ver?

Começando no dia-a-dia, dos floridos aos de cores neutras, eles podem ser usados para bater perna, ir ao shopping, beber uns chopps com os amigos, passear na beira da praia…

Agora se quiser dar uma esticada para uma balada, um encontro de última hora com o gato e até um jantar, também não tem problema!

E não pára por aí! Também pode ser usado para compromissos mais sociais, profissionais, se seu trabalho for um pouco mais informal, usando de bons complementos.

Acredito piamente que essa peça é essencial no guarda-roupa de uma mulher. É rápido de montar um look, não precisa ficar pensando em como combinar peça de baixo e de cima e os acessórios se tornam mais fáceis de construir um look.

Depois de todas essas dicas você ainda vai ficar sem o seu nesse verão?

________________________________________________________________________________

Créditos de imagens:
Blog Sherons
Borboletas na Carteira
Blog da Je
Blog O q usar
Blog Cresci e agora
Blog Camila Roza
Glam4you
Dicas de Mulher
Chifon
Dady Parra
Moda It
(Caso sua imagem esteja nesse post e não esteja dado o devido crédito, entre em contato que imediatamente eu alterarei).

1 
Read more Moda Categoria:
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com